HEMOGLOBINA GLICADA POR HPLC

biorad-d-10-product

Sempre pensando na comodidade dos nossos pacientes, o Laboratório Bioanálises investe em tecnologia. Os exames de Hemoglobina Glicada agora são realizados no aparelho BIO-RAD D10. Isso significa exames com maior garantia de segurança e qualidade, liberados aos nossos pacientes no mesmo dia da coleta.

 

Esse aparelho utiliza uma metodologia chamada de HPLC, ou CLAE – Cromatografia Líquida de Alta Eficiência – em português. Essa é uma metodologia de ponta padronizada para determinação de HbA1c, o que chamamos de Hemoglobina Glicada, certificada pelo NGSP (Programa Nacional de Padronização de Glico-hemoglobina do Reino Unido) com rastreabilidade de desempenho analítico aos métodos de referência do DCCT (Controle de Diabetes e Compliações) e do UKPDS (Grupo de Estudo Prospectivo do Diabetes do Reino Unido). A Cromatografia Líquida de Alta Eficiência é o mesmo método utilizado, por exemplo, pelas industrias farmacêuticas para análise dos medicamentos antes que cheguem aos consumidores.

 

O Diabetes Mellitus pode se acompanhar de complicações crônicas micro e macrovasculares que estão associadas a elevada morbidade e mortalidade e a medida da hemoglobina glicada é o parâmetro de referência para avaliar o grau do controle glicêmico em pacientes portadores dessa doença. A Associação Americana de Diabetes (ADA) recomenda que a hemoglobina glicada seja medida regularmente em todos os pacientes a intervalos de 4 a 6 meses. Considerando a alta prevalência do Diabetes Mellitus e o impacto das complicações da doença na sociedade, a dosagem da hemoglobina glicada é um dos procedimentos mais importantes no laboratório clínico atual.

 

Em resumo, dispomos do método padrão ouro para determinação da Hemoglobina Glicada, o que significa que seu resultado obtido aqui no Bioanálises será tido confiável por clínicos em qualquer lugar do mundo e o melhor, estará disponível no mesmo dia da coleta na nossa aba de resultados online aqui no site!

 

Bioanálises, sinônimo de tradição e confiança.

 

Referências:

1. Atualização sobre Hemoglobina Glicada (A1c) para Avaliação do Controle Glicêmico e para o Diagnóstico do Diabetes: Aspectos Clínicos e Laboratoriais. Grupo Interdisciplinar de Padronização da Hemoglobina Glicada – A1C. Posicionamento Oficial – 3ª Edição, 2009.
2. JOÍZA LINS CAMARGO JL, GROSS JL. Glico-Hemoglobina (HbA1c): Aspectos Clínicos e Analíticos. Arq Bras Endocrinol Metab. Agosto vol 48 nº 4, 2004.
3. The Diabetes Control and Complications Trial Research Group. The effect of intensive treatment of diabetes on the development and progression of longterm complications in insulin-dependent diabetes mellitus. N Engl J Med. 329:977-86, 1993. 4. CAMARGO JL, ZELMANOVITZ T, PAGGI A, FRIEDMAN R, GROSS JL. Accuracy of conversion formulae for estimation of glycohemoglobin. Scand J Clin Lab Invest. 58:521-8, 1998.
5. http://www.ngsp.org/ – Acessado em 24 de novembro de 2016 às 11h.
6. http://csvlab.com.br/download/Hb-glicada.pdf – Acessado em 24 de novembro às 11h.

 

 

Parnamirim: (84) 3272-1987 | (84) 2020-1728 | (84) 98840-1983 (WhatsApp)
São José de Mipibu: (84) 3273-2772
Macaíba: (84) 3271-4253
Natal: (84) 3217-4046
contato@bioanalises.com.br
#BioanálisesLab

Deixar uma Resposta