DOSAGEM DE VITAMINA D

vitaminad

Você sabia que, mesmo no Nordeste, onde temos alta incidência solar durante o ano inteiro, a maior parte da população é carente em vitamina D? E que um exame de sangue simples, acompanhado de uma análise médica, pode detectar essa carência e fornecer opções de reposição?

 

A vitamina D é um nutriente que o corpo humano não produz. Ela protege o fluxo sanguíneo e limpa o organismo de toxinas, promovendo uma melhora total do funcionamento do organismo. A falta dessa vitamina causa diversos problemas, aumentando em aproximadamente quatro vezes as chances de quedas, fraturas ósseas, sintomas depressivos, câncer de cólon e problemas cognitivos (de memória e da capacidade de raciocínio).

 

Alguns fatores de risco associados à deficiência de vitamina D:
– Idade superior a 65 anos;
– Pele negra;
– Exposição à luz solar ineficiente;
– Medicamentos (anticonvulsivantes e corticóides);
– A obesidade (índice de massa corporal superior a 30);
– Falta de atividade física.

 

Existem pacientes em que o aumento do tempo de exposição solar seja suficiente para repor a vitamina D, enquanto em outros casos será necessaria a suplementação. Juntamente com o resultado do exame, o médico decidirá a melhor conduta. Além do Sol (maior fonte de vitamina D), algumas ótimas opções de alimentos ricos deste nutriente são: óleo de peixe, gema de ovo, salmão fresco, sardinha, atum e leite de soja. O tratamento da deficiência consiste em suplementação oral por cerca de oito semanas.

 

Benefícios da suplementação de Vitamina D:
– Prevenção de problemas futuros de quedas, osteoporose, fraturas e doenças cardiovasculares (infarto, trombose e derrame cerebral);
– Outros benefícios são a melhora da capacidade física (aumento da disposição e do ânimo) e uma menor chance apresentar problemas cognitivos (demência e Mal de Alzheimer) na terceira idade, a prevenção do câncer de cólon e de sintomas depressivos.

 

A grande maioria das pessoas deficientes em vitamina D apenas irão apresentar sintomas na idade adulta, sobretudo na terceira idade (a partir dos 65 anos). Por isso, tomar cuidado com a falta desse nutriente vital para o nosso organismo é importante desde a juventude.

 

Um exame simples de sangue detecta os níveis de vitamina D e deve ser realizado antes mesmo que sejam percebidos sinais e sintomas da carência desse nutriente. O tempo jejum pré-exame é de 8 horas para adultos, e para lactentes (bebês que estão na fase de amamentação), o intervalo máximo entre as mamadas. O resultado sai em até 2 dias úteis.

 

Bioanálises, sinônimo de tradição e confiança.

Parnamirim: (84) 3272-1987 | (84) 2020-1728 | (84) 98840-1983 (WhatsApp)
Natal: (84) 3217-4046
Macaíba: (84) 3271-4253
São José de Mipibu: (84) 3273-2772

contato@bioanalises.com.br

#BioanálisesLab

Deixar uma Resposta